Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Escândalos’

É o que se deduz desta defesa do Presidente da Assembleia da República aos deputados que recebem dinheiro por viagens que não fizeram ou são reembolsados por passagens que não pagaram. É a lógica política. Por isso não perdem o vencimento ou o cargo por não fazerem aquilo que lhes garantiu chegar ao poder. É legal? sim, eles fizeram a lei assim. É ético? Duvido. É moral? Não, por mais que se justifiquem a moral está acima da Lei injusta e da ética feita à medida por  um parlamento ao agir imoralmente.

Há quem consinta isto, eu não…. Reconheço a importância da política… Mas justa, limpa, ética e ao serviço das pessoas e na defesa do bem. Não está pouca vergonha.

Anúncios

Read Full Post »

2018-04-14

O escândalo do abuso de regalias dos deputados dos Açores e Madeira na Assembleia da República com o pagamento de passagens que o Expresso denuncia hoje é uma situação transversal da esquerda à direita. O mau comportamento é legal, como justifica a declaração da representante dos deputados rosa açorianos, mas não deixa de ser imoral, o que levou ao vergonhoso silêncio dos eleitos laranja desta Região. A imoralidade legalizada foi o que mais me doeu na vida autárquica, é que para defender a minha terra parecia estar solidário com esta falta de vergonha. Não, nunca estive!

Querer moralidade na política não é populismo. Protestar e denunciar para que os políticos não acedam a ferramentas que lhes garantam regalias e verbas de forma esconsa e não tenham um tratamento distinto do que a lei assegura para o restantes cidadãos é uma questão ética, moral e de justiça.

Populismo é não querer e fazer bandeira para que os governantes e deputados não sejam convenientemente pagos porque há outros cidadãos que o não são. Uma injustiça não se resolve estendendo-a a outras classes, nomeadamente políticos ou gestores como por norma muitos tentam fazer  para agradar às massas. O que se deve desejar é que mesmo os mal remunerados tenham rendimentos suficientes para viverem com dignidade e esta não se limita a ter cama, comida e roupa lavada, também inclui a possibilidade de ter uma vida social, lúdica e cultural integrada no meio onde se vive.

Read Full Post »

Estou Farto! Quando rebentou o BES este foi dividido em: banco mau que ficava com os créditos mal parados e do qual nunca mais ouvi falar; e Banco Bom que ficou com a boa parte, foi vendido à Lone Star, nunca deixou de ser um sorvedouro de dinheiro dos impostos e de ter prejuízos pelas coisas boas que viraram a más. Agora lá vou ter de contribuir para o Estado lá injetar mais uns milhões de euros após ter-me tirado poupanças no Banif e o vender ao desbarato ao Santander.

Tudo isto é feito diante dos meus olhos e como é o Estado não tenho outro remédio senão aguentar a continuação desta pouca vergonha… e ninguém vai preso neste processo que me continua a vir ao bolso.

Read Full Post »

O meu benfiquismo não está nada em risco com as operações judiciais de hoje, sou do Benfica desde as memórias mais recuadas da minha consciência como criança, ainda nem viera para Portugal. Mas, mesmo que fosse em benefício do Golorioso, nunca pactuaria com práticas ilegítimas de pessoas que assim agissem e o Benfica está muito acima disso. Vi Vale Azevedo preso e nem uma beliscadura na minha paixão, agora se se provar algo contra essa toupeira, continuarei Benfiquista sem a mínima mossa.

O dinheiro e o poder são um íman para corruptos e o mundo do futebol profissional passou a ser dominado por uma economia que explora paixões e gera poderes que o desporto e os clubes não são culpados na sua essência, basta ver a quantidade que futebolistas ganha mais do que quem nos trata da saúde, nos ensina, zela pela nossa segurança, nos socorre em emergência, etc.

Assim, se alguém prevaricou e cometeu crimes, não é o Benfica que é culpado, mas sim essa pessoa, e se a mesma se acolheu à sombra do Glorioso, é apenas porque o mundo do futebol profissional está sujo, não o clube.

Se o Glorioso vive num meio de sujidade não está livre de contactar com porcos, tal como é evidente, este é um risco transversal a todos os emblemas, mas isso não tira qualquer mérito ao clube, nem afeta a minha paixão pelo Benfica, mantenho que este está acima dessa gente e continuo a desejar o Penta e se um dia este chegar, ansiarei pelo Hexa e assim sucessivamente…

Viva o Benfica!

 

 

Read Full Post »

Pois… depois de eu ouvir as duas canções em PC até cheguei à mesma conclusão do maestro António Victorino d’Almeida, não é plágio, não são parecidas, são iguais, embora mude a letra. Já não é de agora que a simplicidade pode ser bela em arte, veja-se a música minimalista, certos quadros e esculturas, até alguns livros. Sinto pena, pois de facto como canção, é simples mas bonita.

Agora resta saber como reage a RTP depois deste escândalo a seguir ao sucesso do ano passado.

Read Full Post »

Há uma coisa que durante anos se disse em Portugal: a justiça só incomodava a arraia miúda. Pelo menos nos últimos anos e sem se sentir uma politização do sistema judicial como se vê noutros países, em Portugal, desde um ex-Primeiro-ministro, a um atual ministro, a grande banqueiro, magistrados, até em vias de entrarem para o supremo, líderes futebolísticos, administradores de topo, tudo têm sido alvo de processos investigações e ou de acusação. Pelo menos a justiça agora incomoda todo o género de pessoas.

Resta saber se no fim as condenações vão mesmo começar a atingir os poderosos, esta é a próxima demonstração que se pede à justiça: não condene apenas cidadãos de fraco poder pela falta de influência política, social ou económica.

Contudo, ainda se sente haver uma justiça para ricos e outra para pobres, pois estes não conseguem na sua defesa usar de ferramentas legais que só os endinheirados conseguem pagar… um problema a resolver.

Read Full Post »

Depois do ex-presidente do eurogrupo acusar Portugal de gastar dinheiro em copos e gajas, eis que o Ministério Público ao investigar descobriu foi gastos indevidos em livros e revistas. Algo bem mais aceitável! Apesar de viciado em livros, fico mais tranquilo por tais governantes se formarem em ioga e ajudarem às editoras do que tivessem degustado um caríssimo Barca Velha com o dinheiro dos meus impostos. 🙂

Read Full Post »

Older Posts »