Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘desabafo’

Da análise do Incentivo ao relatório do acidente que o navio Mestre Simão sofreu deduz-se que: apesar de já se estar dentro da baía do porto e do navio não ter respondido às manobras que corretamente o mestre deu a partir do leme… a culpa é do mar! Não há problemas com o projeto de abrigo do porto, nem com as características do navio. Não há surpresas ou esperavam uma conclusão que responsabilizasse algo ou alguém que não a natureza?

Tudo como dantes no castelo de Abrantes.

Anúncios

Read Full Post »

Meu artigo de hoje no Incentivo

GOVERNO DOS AÇORES TRATA MENOS BEM OS AÇORIANOS

No Funchal, na passada semana, o presidente do “Instituto da Administração da Saúde da Madeira” (IASAÚDE) denunciou publicamente que o Continente não está a cumprir os acordos estabelecidos com aquela Região Autónoma ao nível do pagamento dos reembolsos do subsistema de saúde ADSE.

A verdade é que aquela situação não é um exclusivo da Madeira, isto também ocorre nos Açores perante um quase silêncio de cumplicidade partidária do nosso Governo Regional para esconder o desrespeito da República para com os contribuintes Açorianos deste subsistema de saúde que passou a ser gerido apenas a partir do Continente.

Recordo que os Açorianos que contribuem para a ADSE não deixaram de pagar as suas contribuições a tempo e horas, cobradas pela Administração dos Açores, só não têm sido reembolsados nas suas despesas de saúde num subsistema para o qual continuam a pagar.

As tentativas dos Governos no Continente evitarem ter despesas com as Regiões Autónomas têm sido transversais aos diferentes partidos que os integraram. Mas nos Açores, quando o Primeiro-ministro é da mesma cor do Presidente do Governo Regional a intensidade das reivindicações dos governantes açorianos baixa e os políticos por cá no poder colocam as denúncias na gaveta e chegam mesmo a silenciar-se.

Se fosse só esta mudança do grau de exigência do Governo Regional em função da cor política do executivo em Lisboa ser igual ou não, mesmo discordando, eu até percebia que era o mal da partidarite a afetar os governantes e deputados no poder regional. Mas, além deste mal, a atitude dos Governos das duas Regiões Autónomas para com os seus funcionários também não está a ser igual.

O Governo da Madeira não se limitou a denunciar alto este incumprimento do Continente, aquele Governo, para não prejudicar os Madeirenses, ao contrário do que se passa por cá com os Açorianos, também assumiu que iria adiantar o pagamento dos reembolsos às pessoas daquela Região e depois acertava as contas quando viessem as verbas atrasadas de Lisboa sem prejudicar o seu Povo.

Já o Governo dos Açores não só optou pelo não pagamento dos reembolsos aos Açorianos e quando as questões dos lesados surgiram, o Executivo teve então de responder e enviou um email interno aos seus funcionários para acalmar os protestos, mas escondeu que a Madeira optara por uma via diferente para não prejudicar os Madeirenses, ao contrário do que ele fazia por cá aos Açorianos.

Quem diria! O Governo da Madeira que há poucos anos estava praticamente falido e foi alvo de resgate financeiro, já tem dinheiro para adiantar aos Madeirenses em virtude do incumprimento do Continente, enquanto o Governo dos Açores, que sempre tem falado das suas boas contas, mesmo que se saiba do que esconde de dívidas debaixo das empresas regionais, deixa os Açorianos mais pobres à rasca, protege o abuso de Lisboa e vai gerindo isto como se nada fosse com ele, mas já é com ele continuar a cobrar as contribuições para ADSE para enviar para Lisboa.

A verdade é que o Governo dos Açores age assim em prejuízo de Açorianos porque muitos também têm deixado que isto aconteça de modo impune…

Read Full Post »

Não gosto das manifestações de contentamento pelos maus resultados da Argentina fruto da rivalidade histórica Cristiano Ronaldo – Messi. É que se este jogador não tem salvo a sua equipa, também a seleção de Portugal não tem estado bem e o Irão não é um adversário fácil. Todas as possibilidades estão em aberto, inclusive o pior cenário: Portugal cair com 4 pontos e a Argentina passar com 4. É muito cedo risos e piadas neste confronto.

Torço por Portugal e tenho sofrido, se Messi não conseguiu ajudar à Argentina até aqui, no último jogo Portugal não conseguiu ajudar Cristiano Ronaldo. Interessante seria vermos um confronto entre estes dois jogadores neste campeonato, sinal que Portugal tinha ido bem mais longe do que já foi nesta prova e então que ficássemos com razões para sorrir.

Read Full Post »

Um jogo que me deixou em simultâneo contente com o resultado e irritado com a seleção. Torci por Portugal a todo momento, mas a minha equipa foi-me tirando o orgulho que poderia ter na sua demonstração de saber jogar ao logo do encontro. Patrício teve de brilhar, mas a generalidade dos nossos jogadores nem permitiram isso a Cristiano Ronaldo. Isto não se faz a um apoiante da seleção de Portugal em futebol!

Houve um momento que mais parecia que Marrocos tinha 20 jogadores e nós tínhamos Rui Patrício e Cristiano Ronaldo. São muito poucos jogadores a jogarem na minha seleção.

Na montra do futebol mundial é bom vencer, mas é mau quando perdemos o orgulho nos nossos e temos de reconhecer… tivemos toda a sorte do nosso lado e o azar ficou todo do lado dos que jogaram muito melhor.

Hoje seguramente há muitos marroquinos tristes, mas orgulhosos da sua seleção e eu em sinto-me contente na humilhação e muito pouco satisfeito com esta combinação de sentimentos

Read Full Post »

Hoje a primeira reportagem noticiosa que ouvi foi sobre conquistas do Governo na União Europeia para maximizar os apoios ao nosso País no próximo quadro comunitário. Parece que uma boa governação é ser capaz de aumentar a esmola dos outros Estados que souberam desenvolver-se. Virámos a mendigos e não temos estratégia para sair desta dependência. Triste sina!

Enquanto um país em situação normal não tiver a noção de mentalizar o seu povo da necessidade de alcançar a sua autossustentabilidade económica para se desenvolver não é merecedor de respeito internacional como estado independente, pois mostra apenas vocação para estado mendigo, infelizmente a evolução da democracia em Portugal nas últimas décadas foi para sermos mendigos internacionais.

Portugal já foi independente, com poder económico e alvo de respeito internacional e devemos isso à geração dos navegadores que procurou com sacrifício nacional e encontrou meios para Portugal não ser um mendicante internacional… depois tem sido a degradação quase contínua de um Estado com mais de 800 anos de história, este dia de hoje pouco mais é que um jogo de máscaras e discursos hipócritas para disfarçar a mediocridade em que Portugal se transformou, um charco de lama em que teima em chafurdar sem sair.

Apesar disso, continuo a sonhar com um Portugal independente e com motivo de orgulho pelo que é no presente e não pelo que foi no passado e é a esse Portugal que saúdo neste dia.

Read Full Post »

Protesto pelo mau serviço da Azores Airline a garantir os voos Horta-Lisboa-Horta, mas as cenas de hoje na SATA inter-ilhas mostram que má gestão tem reflexos do topo à base. Desde passageiros a recomendarem calma a trabalhadores, mau apoio a passageiros em trânsito, anúncios a 15 minutos de atraso que se repetiram por hora e meia, até a retirada de passageiros do avião por perda de ligação, tudo num só dia sem mau tempo.

Começou a tribulação em Ponta Delgada ao ouvirmos a cada 15 minutos um atraso de mais 15, ora por falta de chegada de equipamento, ora por razões operacionais e no avião o piloto deu ainda uma desculpa diferente, com isto ter-se-ia chegado à hora e meia.

Mas eis que o avião já pronto a partir começou a saga de se retirar passageiros que na escala seguinte tinham ligação internacional na Terceira e o atraso lá se esticou novamente e alguns das pessoas já acomodadas lá foram para a rua.

Na Terceira, o apoio humano para desviar atempadamente os passageiros em trânsito não estava no percurso das pessoas, mas sim depois daqueles que seguiram à primeira a indicação no tecto pouco visível, os que não se enganaram lá receberam os sorrisos dos trabalhadores enquanto outros, muitos deles sem serem de expressão lusa ou inglesa, seguiram a fila em frente em conjunto para apanhar bagagem e tiveram que se reorientar sem qualquer apoio quando deram pelo engano.

À reentrada do avião finda a escala lá um trabalhador que se exaltou com um passageiro que não lhe compreendeu à primeira o sinal difícil compreensão para os não habituados a estas andanças da indicação de que não podia passar por baixo da asa, bem que depois o cidadão lhe recomendou calma que o trabalhador insistia, para perturbação dos outros que nada tinham a ver com o assunto, em dar sermão gratuito em público.

Tudo isto será cartaz para os Açores serem promovidos pela SATA e Governo dos Açores ou então desincentivo para que os turistas deixem de visitar aquilo que de São Miguel se chama “as ilhas”?

Estou convencido que é simplesmente o alastrar do caos resultante de uma má gestão de uma empresa pública que faz fretes políticos em vez de colocar o serviço público em primeiro lugar.

Pessoalmente não fui prejudicado, por isso não reclamei, mas do descontentamento com o que vi não me livrei.

 

Read Full Post »

Nunca fui fã de Rui Vitória, respeito-o como pessoa e quando atacado nesta qualidade não gostava, não por estar a treinar o Benfica, mas, sobretudo, porque há limites na agressividade entre profissionais de clubes rivais. Agora, desde o princípio que denunciei que não despertava garra nos seus jogadores, por vezes ganhou a jogar bem… mas por garra e discernimento na adversidade: não.

Continuo Benfiquista e a amar o meu Benfica, hoje concretizou-se um cenário que se repetiu frequentemente com ele, cair sem descernimento e garra, algo comum na era Vitória, espero que para o ano as vitórias sejam outras, em outra era e melhor.

Read Full Post »

Older Posts »