Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘centralismo’

A Rádio Faial noticiou ontem que o número de passageiros nos aeroportos dos Açores cresceu em fevereiro último face ao mesmo mês de 2017, mas o Faial, em contraciclo, é a ilha que mais diminui. As consequências da estratégia da SATA de não promover o aeroporto da Horta aos visitantes ou de tornar esta entrada mais cara, se for usada como entrada ou saída direta do Arquipélago, continua a fazer os seus efeitos de prejudicar esta infraestrutura faialense.

É evidente que um visitante ao ver que só pelo facto de circular num voo direto para o exterior a partir da Horta lhe custa muito mais dinheiro, tende a desviá-lo para outras entradas e saídas da Região (até eu faria o mesmo), até porque pode poupar praticamente o preço dos voos entre várias ilhas do Arquipélago, embora com mais incómodos que não sabe, ou seja, andar de graça à custa dos impostos dos Açorianos que são prejudicados com esta maldade de centralizar os transportes aéreos em Ponta Delgada.

O centralismo de Lisboa face ao resto do Continente que anda recentemente a ser denunciado, não é maior que a estratégia centralista do Governo dos Açores para favorecer São Miguel.

Anúncios

Read Full Post »

Ao princípio, em abril último, a propaganda política permitiu criar a ilusão de um grande feito: asseguravam-se ligações aéreas da TUI diretamente entre Amesterdão e o Pico. Era a primeira ligação internacional  com alguma regularidade no Triângulo e a ilha Montanha seria a principal beneficiária, mas também os seus vizinhos Faial e Pico. Até eu acreditei, mas depois devagarinho foi-se descobrindo a marosca.

Primeiro, voo direto mas com um número muito limitado de reservas no avião para o Pico, a maioria teria de ir para São Miguel, os voos eram redondos, ou seja, teriam sempre de pisar a maior ilha dos Açores e rapidamente se percebeu que o objetivo principal era rentabilizar o destino Ponta Delgada.

Depois começaram-se a ouvir problemas na promoção e integração do pacote dos destinados ao Pico, que poderiam também vir para o Faial ou São Jorge.

Agora noticia-se que a ligação ao fim de 6 meses é para acabar e enquanto no começo o Governo dos Açores colhia louros assumindo a sua liderança na iniciativa, agora o Secretário Regional do Turismo limita-se a dizer que foi uma “esta alteração foi efetuada pela operadora” (in jornal incentivo)… o comportamento típico deste executivo: nunca assume culpas dos falhanços do que por cá ocorre, a culpa é sempre dos outros.

Todavia, quando alguém faz algo de positivo logo surge o Governo dos Açores a colar-se, a assumir-se como o parceiro ou o pai da ideia ou do projeto e quando não conseguem esta bandeira sente-se o desapoio ao promotor.

Novamente se fala dos encaminhamentos… como se isso fosse algo diferente do que existia antes de abril, mais precisamente, desde que começou o atual modelo de transporte aéreo de passageiros low cost entre os Açores e o exterior

Infelizmente o Pico foi agora vítima desta forma centralista de governar a Região e o Triângulo também, mas cá pelo Faial já me habituara a ver as coisas a não passarem da primeira fase…

Read Full Post »