Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for 8 de Agosto, 2016

Os Correios de Portugal são cada vez menos um garante de distribuição rápida de correspondência e de serviços entre os cidadãos neste País e há muito o serviço começou a degradar-se no Faial.

Após décadas em que a Estação dos Correios abria as suas portas de segunda-feira a sábado na cidade da Horta, eis que há poucos anos deixou de prestar serviço neste último dia, para assim reduzir custos e não empregar trabalhadores suficientes para preservar a qualidade que era uma referência dos Correios de Portugal.

Também o importante serviço social que era a existência de uma estação móvel que percorria as freguesias rurais do Faial deixou simplesmente de existir para reduzir custos, sem este se preocupar com a degradação da qualidade do serviço que prestava que era um dos orgulhos dos Correios de Portugal nesta Ilha.

O mesmo género de degradação se passa com a simples entrega de correspondência em algumas freguesias rurais do concelho da Horta, não sei quantas, mas na minha é assim: no verão deixou de haver um serviço diário para passar ser dia sim – dia não, pois a empresa mais uma vez recusa-se a contratar pessoas para o serviço de carteiro no período de férias de muitos destes, reduzindo assim a qualidade do serviço que caracterizava os Correios de Portugal ainda há poucos anos no Faial em nome dos custos, mas por vezes chega-se a ter dois dias consecutivos sem distribuição de correio. Está-se já a ver a importância de assinar jornais diários para ler as notícias dois dias depois ou um semanário para o ler na semana seguinte ou os atrasos de outros serviços em prejuízo dos Faialenses que habitam o meio rural.

Infelizmente a degradação de quase tudo passou a ser a regra no Faial e os Correios mais não fazem do que desrespeitar os Faialenses que vão-se acomodando a tudo isto sem reclamações ou quando protestam acabam sempre vencidos por forças dirigentes de tudo o que tem poder de impor estas coisas nesta Ilha e País.

Todavia, ainda há Faialenses que não veem que no Faial tudo se vai degradando, tanto faz ser privado ou público, é sempre a piorar.

Read Full Post »

%d bloggers like this: