Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for 2 de Julho, 2015

Tudo o Governo dos Açores e o PS-Açores fizeram para adiar o máximo de tempo possível a descida do IVA na Região, impostos que o Arquipélago fora forçado a subir devido ao conteúdo do memorando da troika assinado pelo PS nacional que não nos salvaguardou disto apesar dos protestos públicos de então por muitos, inclusive eu, que foram desprezados por Carlos César.

Só quando a pressão de praticamente toda a oposição política e forças económicas da Região se tornou insustentável ao Governo Regional e com riscos eleitorais para as eleições que se avizinham, é que o PS-Açores com maioria absoluta cedeu PARCIALMENTE e aceitou a reposição dos níveis de IVA em dois dos escalões, o dos 5% e o dos 10%, mas RECUSOU fazer o mesmo para o IVA a 18%.

Apesar de forçado por todos e apesar desta descida ter ocorrido, não pelos resultados económicos dos Açores, mas sim por ter terminado o período de aplicação do memorando da troika em Portugal e sem novo resgate, como se previa, o PS-Açores tem agora o descaramento oportunista de dizer “Redução de impostos comprova capacidade do PS de fazer diferente e melhor do que o resto do país”, efetivamente para quem está no poder a hipocrisia não tem limites.

Insisto: O PS-Açores foi forçado por todos para esta descida e esta só se pode fazer porque Portugal não teve segundo resgate e terminou o período de vigência do memorando e nada disso é um louro do Governo dos Açores e do partido que o suporta e mesmo assim, trata-se apenas de uma reposição parcial das condições possíveis ao abrigo do fim do resgate, pois o PS-Açores com a sua maioria absoluta inviabilizou a reposição total da descida possível deste imposto aos Açorianos. Uma falta de vergonha é a tónica dominante da mensagem deste porta-voz socialista que indigna quem conhece os factos.

Read Full Post »

%d bloggers like this: